quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Tem Gente...





´´Gente...
Tem gente que é como água cristalina
Transparente, límpida, fresca, e mata nossa sede só com olhar
Tem gente que é como ventania
Chega derrubando tudo
Nos faz rodopiar como pião desgovernado
Nos faz levitar, pra em seguida tombar no chão
Levando embora um pedaço do nosso coração
Tem gente que é como mar
Nos embala nas ondas
Nos puxa pra dentro de si
Nos empurra pra fora de si
Pra no mais sem menos nos tragar ao fundo de onde não podemos, nem queremos mais voltar
Afogados na imensidão desse mar
Tem gente que é como fogo
Nos aquece com um simples olhar
Nos faz arder com um simples tocar
Derreter no abraçar
Cremar ao se deitar
Tem gente que é como a terra revolta, molhada, embarrada
Ora vermelha, ora preta
Seca, partida, ou simplesmente poeirenta
Terra lamacenta
Lama negra, que nos arrepia, nos anoja, nos afasta
Mas quando terra adubada bem plantada com árvores e flores
Só nos traz um pensamento
E um único desejo
Uma casa pra onde voltar
E tem gente que é como o ar
De repente...se torna tua vontade de respirar.´´ #EmilianaVaz

  
Este poema lindo da Emiliana Vaz, minha irmã de coração.
Imagem da Web colhida aqui AQUI










sábado, 12 de agosto de 2017

Em branco...


DIÁRIO...
 
Quando estamos assim em um vácuo...
Onde uma frase de um livro nos aguça a alma...
´´Poucas pessoas sabem mais do mar do que eu...´´
Esta frase norteou minha vida... Como pode?
Onde a necessidade do saber mais, é uma fome louca e selvagem por querer aprender...
´´Ler tudo o que (de bom) já foi escrito!´´
Quando estamos assim na ânsia de criar uma nova maneira de viver...

Uma nova conduta... Uma nova função e utilidade para a vida. Descobri recentemente que...
Não sei ser como todos... 



Imagem: http://realidadeobsessiva.blogspot.com.br/2015/06/pagina-em-branco.html

O branco em si é um espaço aberto para receber a criação... Apenas por estamos acostumados...
O preto é também um espaço de receber a criação, e as outras cores todas, também. Podemos criar a partir de qualquer prisma!
Assim como podemos escrever sendo e sonhando ao mesmo tempo. Deixar fluir é ser!
Meus novos trabalhos de multiplicidade fomentam...
Minha própria cultura interna. Meu planeta.. Aquele que resolvi reconstruir
´´Estou construindo um ninho!´´ Mesmo estando longe de casa! Bem me disse o Oráculo recentemente...
Ando percebendo-me como a ´´casa dos sentidos´´, o corpo! Como disse Arguelles em seu Fator Maia, anos atrás e eu quase senti o sabor disto, mas não entendi completamente. Hoje sei, hoje... Sentindo-me a Joana de Clarice. De novo voltei a produzir, depois de um período grande em imersão. Para aprender a mecânica de uma nova profissão!
#cronica

E a imagem que usei nesta postagem me levou a encontrar este poema, de Lucas Vechiato. e aqui em compartilho um trecho dele, o que mais gostei:
´´A inspiração me beija pela noite e vai embora pela manhã.
Certa vez resolvi segui-la.
Mas nada encontrei.
Ela é misteriosa e no meu caso, só aparece nos dias chuvosos.
Como um remédio para alma.´´ Lucas Vechiato. Página em branco 










sábado, 29 de julho de 2017

Saravá pro Sarahah!


As pessoas querem dizer o que bem pensam aos outros e jamais receberem uma réplica! Este novo aplicativo, o Sarahah, mostra bem isto! É muito mais fácil ser sincero de forma anônima.
Podemos concluir que os sinceros seguem sendo os errados nesta sociedade de máscaras?
Por isso eu prefiro o Saravá do que o Sarahah ;)
Essa sociedade ensina-nos a ser cada vez mais preocupados com o OUTRO e mais distantes de nós mesmos.

#sarahah #saravá #sociedade #atualidades

´´O aplicativo gratuito mais popular do momento da Apple Store do Brasil e dos Estados Unidos não é o Instagram nem o YouTube , muito menos o Facebook. A nova febre do momento se chama Sarahah.
Nesse aplicativo o usuário pode criar um perfil e enviar mensagens anonimamente a amigos e até desconhecidos. A premissa é que a pessoa será mais honesta ao fazer uma crítica sem que o receptor da mensagem saiba quem ele é.
O Sarahah foi criado pelo árabe Zain al-Abidin Tawfiq. O site oficial do aplicativo diz que um de seus benefícios é melhorar “sua amizade ao descobrir seus pontos fortes” e “deixar seus amigos serem honestos com você”
LEIA MAIS clicando AQUI 

 Imagem dAQUI

COMO FUNCIONA? 

´´É necessário criar uma conta com e-mail e nome de usuário para mandar e receber mensagens. Ao entrar na rede social, basta buscar o nome da pessoa para então fazer o comentário. Não é possível fazer buscas por e-mail ou por rede social, tampouco responder aos recados respondidos.
Caso queira, o usuário poderá bloquear a pessoa que fez um comentário, de modo que ela só poderá dar um novo feedback para tal usuário se criar outra conta.
Não há muitas funcionalidades no aplicativo. A tela inicial é dividida em quatro tópicos. No primeiro deles é possível ver os recados recebidos, os favoritos e os enviados. Na aba seguinte há o campo de procura de pessoas. No terceiro tópico há o espaço “explorar”, que diz apenas que as ferramentas vão estar disponíveis na próxima atualização. Por fim, é possível ver o seu perfil, com o nome de usuário e sua foto.
O aplicativo funciona nos mesmos moldes do Secret, que também permitia o envio de mensagens anônimas, mas foi encerrado em 2015 por estimular o cyberbullying.
No Twitter, as pessoas (adolescentes, em grande maioria) se divertem com alguns recados recebidos. Veja algumas reações abaixo. FONTE: http://veja.abril.com.br/economia/o-que-e-o-sarahah-e-como-funciona-o-app-do-momento/

Imagem dAQUI







terça-feira, 25 de julho de 2017

Belaventura estreia hoje!


´´Depois do sucesso das tramas bíblicas, a Record aposta em uma novela ambientada na Idade Média. A história gira em torno das disputas de um reino, "Belaventura", local fictício que dá nome ao folhetim.
No elenco, atores saídos da Globo, como Eri Johnson, Juliana Knust e Adriana Birolli.´´
Fonte: F5.Folha.uol

IMAGEM: http://f5.folha.uol.com.br/multitela/2017/07/no-embalo-de-game-of-thrones-record-estreia-belaventura-novela-ambientada-na-idade-media.shtml
´´A Record está investindo pesado em sua próxima novela das 7, “Belaventura”, que substituirá “A Escrava Isaura” no segundo semestre deste ano. Severo Luzardo, o figurinista da trama, acaba de voltar do Marrocos com novidades.
Essa foi a sua segunda viagem dele para comprar tecidos e peças de vestuário para a novela, diretamente do exterior. Ele trabalha com equipes especializadas em alfaiataria, chapelaria e adereços de metal e couro, tudo impecável.
O profissional, de acordo com a colunista Patrícia Kogut, é carnavalesco da União da Ilha, e trouxe peças bordadas por um grupo de mulheres que faz as roupas da família real marroquina.´´
Texto colhido em TV  FOCO : http://www.otvfoco.com.br/figurinista-da-record-traz-roupas-e-tecidos-exterior-para-belaventura/

 
Figurino de Severo Luzardo Filho e Tatiana Rodrigues
Figurinistas Assistentes:
João Paulo Bertini
Bill Oliveira
Catarina Varga
Mariana Sandera
Debora Vogel
Fernanda Fernandez
Rebeca Pinto
Helida Serimarco





quarta-feira, 21 de junho de 2017

Um de Adélia Prado para aconchegar este dia...



Amo este poema...

Casamento


Há mulheres que dizem:
Meu marido, se quiser pescar, pesque,
mas que limpe os peixes.
Eu não. A qualquer hora da noite me levanto,
ajudo a escamar, abrir, retalhar e salgar.
É tão bom, só a gente sozinhos na cozinha,
de vez em quando os cotovelos se esbarram,
ele fala coisas como "este foi difícil"
"prateou no ar dando rabanadas"
e faz o gesto com a mão.
O silêncio de quando nos vimos a primeira vez
atravessa a cozinha como um rio profundo.
Por fim, os peixes na travessa,
vamos dormir.
Coisas prateadas espocam:
somos noivo e noiva.

Texto extraído do livro "Adélia Prado - Poesia Reunida", Ed. Siciliano - São Paulo, 1991, pág. 252.
Saiba mais sobre Adélia Prado e sua obra em "Biografias".




Imagem Daqui








sexta-feira, 9 de junho de 2017

Pensando a Pluralidade da Cultura e do Povo Brasileiro

Pluralidade cultural ensina a pensar com respeito no outro e em si mesmo.
Observando a multiculturalidade do Brasil, podemos nos unificar cada vez mais como um povo que pode ensinar ao mundo...


Esta imagem colhi AQUI 

Talvez multiculturalismo seja reconhecer BELEZA no que o outro faz... Sem medo que seja mais belo do que o que você mesmo faz.. Pois na verdade... Belo e feio, verdadeiro e falso, só podem ser definidos dentro de nós mesmos... Então respeite o processo do outro.  


´´Um sonho ainda distante: a humanidade trabalhar em colaboração, viver como irmãos e irmãs no planeta Terra, independentemente do credo, da cor ou do sexo, em comunidades de diferentes culturas. Um sonho distante, porém real. O quanto estamos dispostos a trazer esse sonho para nossas realidades? A vivê-lo aqui e agora?´´ Marcelo Dalla no Dalla Blog 
http://www.marcelodalla.com/2017/06/dicas-astrais-para-lua-cheia-do-eixo.html

Abaixo transcrevo um excelente texto da INFOESCOLA


multiculturalismo


http://www.infoescola.com/sociologia/multiculturalismo/
Entende-se por multiculturalismo tanto os estudos acadêmicos quanto as políticas institucionais que se desenvolvem em torno das questões trazidas pela emergência das sociedades multiculturais. Uma sociedade multicultural é aquela que, em um mesmo território, abriga povos de origens culturais distintas entre si. As relações entre esses grupos podem ser aceitação e tolerância ou de conflito e rejeição. Isso vai depender da história da sociedade em questão, das políticas públicas propostas pelo Estado e, principalmente, do modo específico como a cultura dominante do território é imposta ou se impõem para todas as outras. A convivência entre culturas diferentes não é uma questão nova, mas que se se intensificou nos últimos anos devido a acontecimentos marcantes.
Não é possível entender o multiculturalismo fora do contexto do fenômeno da globalização. O desenvolvimento acelerado dos meios de transporte e das tecnologias de comunicação aproximaram diferentes regiões do mundo, criando redes industriais e financeiras complexas e uma economia multinacional, interdependente e insubmissa às fronteiras nacionais. Com o fim da Guerra Fria, os Estados Unidos passam a hegemonizar culturalmente todo o planeta. Seus produtos, filmes, músicas e formas de ver as coisas se espalham globalmente gerando o que se chama de “americanização” do mundo. Frente a esse fenômeno de hegemonização dos padrões culturais globais, as culturas tradicionais se fortaleceram, reagindo contra a massificação dos modos de ser. Por outro lado, apesar da massificação, vemos que essas comunidades culturais locais são capazes de se apropriar de partes da cultura americana, transformando-as em uma algo novo e diferente do original. No Brasil, o funk e rap são um exemplo claro dessa possibilidade.
Outros processos importantes que influenciam no surgimento das sociedades multiculturais, são as lutas pela independência que ocorrem nas colônias europeias da segunda metade do século XX, especialmente na África e na Ásia. O cenário pós-colonizal gera um processo de resgate das culturas tradicionais locais e, ao mesmo tempo, pela ligação histórica, desencadeia um movimento migratório para os países colonizadores. Também os conflitos de ordem étnica, religiosa e política, além das deficiências econômicas, são fatores que aumentam o fluxo migratório. Incentivado por tudo isso e pelo próprio cenário criado pela globalização, esse movimento migratório transforma de modo profundo as nações que receberam os imigrantes, colocando em cheque a capacidade dos estados modernos de gerirem sua nova configuração multicultural.
Alguns países democráticos têm buscado promover a aceitação e incorporação de culturas diferentes em seus territórios, valorizando a possibilidade de se constituírem enquanto nações pluriétnicas. No entanto, em outros países, a negação de direitos sociais e a perseguição de minorias culturais são práticas oficiais. Muitas vezes, ainda que exista uma política multiculturalista oficial, a perseguição é praticada por pessoas comuns, inflamadas por um sentimento de nacionalismo e rejeição ao outro. Os ataques violentos organizados por civis aos abrigos de refugiados de origem árabe na Alemanha são um exemplo disso. O multiculturalismo emerge a partir das reivindicações de minorias étnicas que sofrem de opressão histórica em seus territórios, como os negros e as populações indígenas por todo continente americano, incluindo o Brasil. O debate em torno desse tema é muito importante e traz à tona a forma como lidamos, enquanto sociedade, com as diferenças étnicas, culturais e religiosas que nos cercam.
Bibliografia:
ZORZI, José Augusto. Estudos culturais e multiculturalismo: uma perspectiva das relações entre campos de estudo em Stuart Hall. Trabalho de conclusão de curso para obtenção de Licenciatura em História pela UFRG, 2012
Arquivado em: CulturaSociologia



quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Bibliotecas Parque Precisam de Ajuda

Como fim do convênio as BPM´s precisam de apoio da sociedade para no mínimo sonharem continuar funcionando.
Este é triste quadro da cultura carioca e brasileira.

E eu que tinha já guardado a minha espada... Não posso deixar de dizer que isto não é bom para a sociedade. Vivemos na Era do conhecimento livre e poucos se dão conta do valor disto! " A verdade gritará nas praças e nos telhados e ninguém vai escutar." 

Amanhã os funcionários farão uma manifestação em frente a Biblioteca Parque de Manguinhos as 16 horas



quinta-feira, 20 de outubro de 2016

Pensando na Resignação...

 e nos Valores sociais trocados...


É necessário saber parar... Saber que sempre temos a liberdade de escolher, com quem, quando e o quê! Aprender a silenciar é só depois que se recebe o lampejo da sabedoria.

A Imagem já se autocredita...


Aprender a silenciar depois de não ter sido entendido várias vezes! Aprender a parar de dar a quem não sabe trocar. Parar de tentar quando já se tentou muitas vezes e nada fluiu, ao menos para recuperar as forças, ver de outro ângulo, tentar de novo ou tentar diferente. Ou largar de vez, porque não?
Temos a cultura da compaixão, pois temos muito dó de nós mesmos, e ficamos nos colocando no lugar do outro.
Aprender até onde ajudar é coisa da sabedoria também! Pois ajudar de mais muita das vezes é manter a pessoa na zona de conforto. Resignação até quando? Será que você tem que aceitar tudo sempre? Será que a resignação não é apenas para que você aprenda a não ser ingrato e nem queira controlar tudo? Pois muita das vezes não podemos controlar tudo! Ainda mais quando se trata de outras vontades! Nem devemos né?
Então pense bem! Será que sua família merece tudo isto?
Será que você não pode dizer para eles que não está gostando?
Será que não dá pra ajudar menos? Pois quem sabe você não virou muleta deles? Muleta emocional?
Muleta financeira?

Hora de pesar e ver se não está esquecendo de cuidar de você!

segunda-feira, 17 de outubro de 2016

O Sorriso da Crise


Lições da crise atual...

A crise está aí e é global! 
Ela veio ensinar a humanidade a deixar de competir... 
Sim, eu sei que parece estranho, pois todos nós aprendemos desde pequenos a sermos mais e mais competidores. 
É isto que as escolas pregam, e é o que faz com que os palestrantes de business vendam milhões de livros sobre o assunto!
Enfim, aprendemos que este é o caminho do sucesso! 
Mas se deixarmos de competir e buscarmos nos associar ao outro-empresa-ser, sairemos todos vencedores. 

O que tirar de proveitoso desta crise?

Aprenda que enquanto houver um perdedor todos perdem!
Este é o caminho dos negócios do futuro e das relações do Novo Paradigma. E esta mudança está acontecendo na marra!
Quem é do velho mito competidor será simplesmente um fracassado. Deixe de jogar o BBB uma vez só e você vai ver que podia ser muito mais gostoso fazendo junto!
Pense em parcerias! :) 


#transformandogramaemouro #novomito #novoparadigmaemergindo

a imagem se dá os créditos! ;)



A Palavra Crise

A palavra chinês para "crise" (chinês tradicional危機chinês simplificado危机pinyin: 'wēijī'Wade-Giles: 'wei-chi') é muitas vezes invocada em palestras e textos motivacionais de autoajuda junto com a declaração de que esses 2 caracteres representam "risco" e "oportunidade". Porém, essa tradução pode ser um tanto falaciosa, uma vez que o caráter , isoladamente, não significa necessariamente "oportunidade."

Wikipédia






domingo, 16 de outubro de 2016

Uma Crônica na Ponte Rio x Niterói!


                        

"O mundo está aí para ser conquistado!"
Li há muito tempo isto... Nem lembro o nome do autor e do livro...
E havia também me esquecido desta verdade.
Mas ultimamente tenho observado o mundo. E lembrei disto.
Vendo o modo como o mundo pede para ser possuído.. Conquistado! Tomado a espada, amor e lança!
Contundente verdade que poucos entendem.
Para quem sabe ser tudo o que é! O mundo está aí!
Então eu quero!
Eu quero o mundo todo meu!
Quem tem coragem disto?
Sair da zona de conforto e querer tudo o que é seu?
Vivem tolerando umas as outras, pois também precisam ser toleradas...
Toleram a família, pois necessitam ser aceitas pela família e toleradas pela família...
Arrastam-se na culpa e no culpar... Culpam por serem culpados e aceitam mais culpa por estarem equivocados.
Finalmente quem aprende a fechar a sua porta... 
Aprende que o outro está do lado de fora, e para tal aprendizado é preciso vencer o medo terrível da solidão! E assim você descobre que estando o outro, do lado de fora, ele só te faz mal, se você permitir que ele entre. O outro só te incomoda se você deixar... Se você for incomodável!
Hoje em dia todo mundo coaching, e eu acho isso ótimo, pois é a chance da humanidade aprender a curar suas formas verbais, seus padrões mentais... O positivo é o melhor caminho para os likes! #ficaadica
Dentro de você não entra a opinião dos outros...
Não entra a energia ruim dos outros!
Só entra em você aquilo que você convida para entrar!
Só te envolve aquilo que você sintoniza...
Tudo isto está sendo ensinado por aí a rodos! Mas quem pratica?


#voltandoascrônicas
#burningmanphotos
#burningman




sexta-feira, 7 de outubro de 2016

Ative sua Marca Pessoal!


Um ativador de marcas e pessoas trabalha com diversas ferramentas para alcançar o melhor desempenho de sua personalidade e de seu produto. Não separa a empresa de seu proprietário pois entende que ambos têm as mesmas características. Este é o segredo que está por trás do sucesso ou do fracasso de um negócio! Ambos, empresa e dono são iguais em personalidade e poder de persuasão! 

Através do Storytelling, da força da história pessoal de empresas e das pessoas, podemos resgatar o poder do indivíduo da marca... E este poder é a sua Identidade. Muitas vezes não sabemos quem somos em uma situação ou na vida toda. Uma empresa também se perde. E sendo assim ela precisa se reencontrar e o caminho é pela personalidade de seus dirigentes, e especialmente do dono, ou sócio majoritário. Este em questão é espelhado em cada um de seus funcionários e em cada um de seus projetos! Sendo assim os conflitos que os funcionários vivem em uma empresa são os conflitos do dono ou sócio majoritário e presidente da mesma. E como seria em se tratando de uma pessoa?
Onde se originam seus conflitos? Em suas sombras... E o que são as sombras?
As Sombras são seus dons, os quais você tem medo!

Vamos conversar pessoalmente?

(21) 98694 5486

Bill Oliveira
Positivador e Ativador de Marcas e Pessoas
billcriador@gmail.com


terça-feira, 4 de outubro de 2016

Oficinas de Carnaval em Niterói


Na Biblioteca Parque de Niterói.
Nesta sexta as 16h, a primeira aula das Oficinas Introdutórias a Criação de Carnaval!
A inscrição pode ser feita até quinze minutos antes.
Valor para todo o curso 15 reais!
Uma oportunidade imperdível para quem gosta de pesquisa, história e simbologia de carnaval. Contando ainda com técnicas práticas e exercícios para desenvolver a criatividade. Storytelling, linguagem visual, croquis... E muito mais.



Bill Oliveira



Foco em Fantasia, Alegoria e Utilidade do Conjunto
Temática: A Consciência Negra no Brasil
Principais Assuntos:
Simbologia e História do Carnaval;
Conceito e Contextualização;
A Linguagem da Cor e da Forma;
Desenho, Colagem e Representação Descritiva.
Inscrições na Biblioteca Parque de Manguinhos
Início das aulas no sábado dia 7/10
Serão 6 encontros imperdíveis!










quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Oficinas de Criação de Carnaval





Na Biblioteca Parque de Manguinhos

Principais Assuntos:
Simbologia e História do Carnaval;
Conceito e Contextualização;
A Linguagem da Cor e da Forma;
Desenho, Colagem e Representação Descritiva.
Inscrições na Biblioteca Parque de Manguinhos
Início das aulas no sábado dia 7/10
Serão 6 encontros imperdíveis!




sexta-feira, 23 de setembro de 2016

El Santo O MASCARADO DE PRATA!

Hoje o Doodle do Google é em homenagem ao aniversário de EL SANTO!
Uma personalidade de FOGO!
     DIREITOS DA IMAGEM daqui óh: http://megalopolismx.com/noticia/2667/presentan-boleto-conmemorativo-de-el-santo

CONFIRA ESTE TRECHINHO DE TEXTO DA WIKI : COMPLETO LINKANDO AQUI

"Rodolfo Guzmán Huerta (Tulancingo23 de setembro de 1917 — 5 de fevereiro de 1984[1]) foi um lutador de luta livre(wrestling), ator e herói folclórico mexicano. Mais conhecido nos ringues por El Santo e El Enmascarado de la Plata, Huerta foi, juntamente com Blue Demon e Mil Máscaras, um dos mais famosos entre todos os lutadores de wrestling.
Referido por muitos como "o maior desportista mexicano de sempre", El Santo lutou durante quase cinco décadas e foi atorpor um bom tempo, sendo um herói do folclore do México. A sua popularidade é comparada com a de John Cena nos Estados Unidos e Shinsuke Nakamura no Japão. Em 1969 teve seu embate definitivo com seu maior rival, El Diablo, onde saiu vitorioso. O filho de Guzmán também se tornou lutador de wrestling com o nome de El Hijo del Santo, ou o 'Filho de Santo'.
Ele estrelou em filmes e se tornou personagem de revistas em quadrinhos. Conta-se que El Santo nunca removia sua máscara, mesmo em casa. Ele somente revelou sua identidade em 1984, no programa de televisão mexicana chamado Contrapunto. Morreu em 1984 devido a um enfarte do miocárdio e foi sepultado com a sua icônica máscara prateada. Uma estátua em sua homenagem foi erguida em Tulancingo, sua cidade-natal.
Em 23 de setembro de 2016, no dia em que se comemoraria seu 99º aniversário, El Santo foi homenageado com um Google Doodle."

E O DOODLE DE HOJE: 


 VÁ ATÉ LÁ CONFERIR CLICANDO AQUI!

ABAIXO UMA SELEÇÃO DE IMAGENS DOS QUADRINHOS DELE.
EU ADORO ESTES LUTADORES FANTASIADOS AO ESTILO wrestling.





FONTE DAS IMAGENS AQUI CLIQUE


segunda-feira, 12 de setembro de 2016

O que é um Positivador de Marcas?


Através da história da sua empresa e do que ela faz, você descobrirá a sua identidade e poderá assim reforça-la e direcionando sua identidade de marca, pode conseguir mais sucesso, mais visibilidade.
Partindo das 3 perguntas básicas:

* De onde vim?
* Onde estou?
* Qual meu objetivo futuro?

Analise as relações dos seus funcionários
Veja qual é a verdadeira mensagem que você passa para eles.
Dissolva conflitos e ganhe em lucros!
Saia da zona de conforto!
Inove!




quinta-feira, 1 de setembro de 2016

O Raro Mito do Bode Expiatório Feminino


Você já parou para se perguntar um bom "e se? ", hoje?

Estamos diante de um fato inusitado e raro na sociedade humana...
Pois é uma das primeiras vezes que podemos ver uma mulher assumindo o papel de Bode Expiatório!
Certa ou errada, é isto que ela simboliza agora, nossa Ex Presidenta.
Levando sobre si nossas vergonhas, e tudo que odiamos. Simbolizando tudo o que mais tememos e temos aversão. "Levando sobre si as nossas dores e maldições". Um momento raro e que deve ser muito bem estudado e observado.
Seria um momento para treinarmos a conciliação?
Para revermos nossos valores a começar pelas famílias?
Aprendermos a respeitar opiniões diferentes das nossas?
Sairmos do vício de contradizermos o que não concordamos e voltarmos para a autoanálise?
Só talvez, esta mulher esteja levando a culpa, e libertando os verdadeiros "Barrabases"!
Interessante notar que: Quem a apoia ou é contra ao que fazem com Dilma neste instante, é julgado como bandido! É vítima de preconceito e julgamento... Assim como eram os que estavam do lado do Bode Expiatório... Te faz algum sentido?

Pensemos!

A seguir um interessante texto do genial Pablo de Assis que disserta bem sobre "O Mito do Bode Expiatório" e suas aplicações nos ritos sociais.


"Outro dia estava comentando em sala de aula que temos uma cultura do bode expiatório, onde queremos encontrar um culpado pessoal para os problemas da sociedade. Na tradição original do “bode expiatório” na Grécia, os pharmakos eram pessoas escolhidas por uma cidade para que elas levassem consigo os crimes e pecados da cidade e eram castigadas com o pior dos castigos da época: o Ostracismo, ou seja, eram banidas da cidade, perdiam a cidadania e nunca mais podiam voltar.
Para entendermos o quão grave era isso para eles, naquela época, vida em cidade era mais importante que vida individual, tanto é que cidades inteiras eram castigadas, como aconteceu com Sodoma e Gomorra, na bíblia ou ainda no mito de Édipo com a cidade de Tebas. Viver sem cidade era viver sem identidade.
Na tradição bíblica, todo pecado – seja ele da cidade ou do indivíduo – precisava ser pago com a morte. Eles resolveram que, ao invés de matar o pecador, essa pessoa sacrificaria um bode que morreria pelo pecado da pessoa e assim o mandamento de que todo pecado seria pago com a morte estava sendo cumprido. O cristianismo modifica isso pois eles aceitam o sacrifício de Jesus como sendo o sacrifício definitivo para todo o pecado do mundo, então a partir daí, ninguém mais precisa morrer por conta do pecado.
Então temos aí um padrão mítico, do mito do bode expiatório, onde uma pessoa acaba se responsabilizando – ou levando a culpa – pelo grupo: uma pessoa pagando pelos crimes e erros de um grupo todo. E, por mais que isso pareça algo de uma mentalidade antiquada, esse é o padrão que eu mais vejo pelo mundo atualmente, o que nos diz que nós temos ainda uma mentalidade antiquada."

Leia o texto original aqui http://pablo.deassis.net.br/2013/04/os-bodes-epiatorios-e-os-crimes-da-sociedade/





Imagem Bode de Aparelho AQUI








LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Um Ano de Versos de Fogo

Marginal é a POESIA

que te PARIU!!!!!!!!!!

Violão em Chamas...

Violão em Chamas...